Hoje é um Bom Dia

É questão de bom senso: depender da boa vontade alheia é uma furada.

E por muito tempo eu acreditei nesse ditado popular. Felizente, o HBD serviu pra mais uma vez mostrar que o bom senso nem sempre prevalece no comportamento do internauta brasileiro.

Por quase um ano, fui mantido pela boa vontade de vocês de clicar nos banners do Adsense. E que boa vontade – depois de um ano, eu já havia arrecadado quase 1500 dólares. Muito do que eu tenho aqui no meu quarto no momento (jogos de PS2, palm pilot, tecladinho portátil, etc) veio graças a vocês.

Por motivos quaisquer, o uso do Adsense me foi impedido. Pensei em alternativas de banners pagos, mas como a turma desaprovou o uso de banners pornográficos – por conta de acessar o site do trabalho, ou de viadagem, não sei -, preferi remover. Vão me chamar de piegas e tal, mas eu prefiro nem arrecadar dinheiro do que fazer isso de uma forma que a turma vai desaprovar. Fazer o quê, sou um blogueiro carente de amor e atenção.

Então decidi transformar a arrecadação numa coisa mais, digamos, aceitável – doações via Paypal. Muitos perguntaram como isso funciona, e finalmente explicarei.

Paypal, como todo mundo deve saber, é uma empresa do eBay que gerencia os pagamentos no site de leilões. É, disparadíssimo, o site mais seguro em que você poderia navegar na vida. Afinal de contas, os caras tão sentando em cima de milhões de dólares alheios.

Então. Se você tem, digamos, um cartão de crédito com dez dólares disponíveis que talvez gastaria com putas e drogas e decidiu que eu faria melhor uso dessa grana, basta clicar nesse botãozinho do Paypal ali do lado. Coloque seus dados, decida o valor com que quer contribuir, e manda pra mim.

Assim que coloquei o botão no layout da página, pensei alto “Porra, ninguém jamais vai contribuir com isso aí.

Passou uma semana.



A primeira pessoa a contribuir pediu que eu não revelasse sua identidade. Tem lá seus motivos, né.

O Rafael não me contatou com o mesmo pedido, então achei que não houvesse problema em agradece-lo nominalmente. Brigado aí, Rafael. E obrigado à primeira pessoa também, cujo nome eu não posso citar. O que é uma pena, porque essa pessoa também me mandou outra coisa no meu aniversário:


Dinheiro que, aliás, foi muito bem gasto. Comprei o DVD de Star Wars Episódio 3 no mesmo dia. Eu já tinha uma suspeita de quem poderia ser o benfeitor, até receber um email de confirmação da pessoa. Brigado de novo 😉

O que quero dizer com esse post? Que vocês são foda. Disse isso quando vocês me renderam 300 dólares no Adsense, e digo isso de novo por causa de alguns leitores que decidiram ajudar este pobre blogueiro tirando dinheiro da própria carteira e mandando aqui pra Oshawa. Sei bem que dez (que dirá então trinta) dólares fazem uma considerável diferença de orçamento aí no Brasil. Não há palavras pra descrever a minha sincera gratidão.

E aprendi uma lição. Às vezes, não encher o saco da galera implorando por dinheiro a cada post tenha um resultado bem melhor. Subestimei a boa vontade de vocês com aquela mendigância constante nos tempos do Adsense; foi um erro que não cometerei de novo. Quem sentir vontade de ajudar, ajudará.

Tou pensando em criar uma página com os nomes de todos os leitores que contribuíram, uma espécie de Hall da Fama dos generosos. Talvez com uma área onde eles pudessem deixar um recado pra galera e tal. Se vocês têm uma idéia melhor de como prestar uma pequena homenagem a estes, sou todo ouvidos.

Anúncios

novembro 21, 2005 - Posted by | Uncategorized

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: